Como Fazer Mapas Mentais – O Guia Absolutamente Completo (GARANTIDO!)

como fazer mapas mentais

Você Já passou por algumas dessas situações abaixo:

Ouviu uma explicação várias vezes e não conseguiu entender nada?

Sabe o conteúdo, mas na hora que precisa, dá aquele branco danado?

Ou pior, você sabe o conteúdo, mas não consegue explicar?

Talvez isso ocorre por você ser uma pessoa desatenta, talvez por você não se interessar pelo assunto, ou talvez por simplesmente não saber como fazer mapas mentais.

De certa forma, a afirmação acima está correta.

Porém essas situações realmente acontece, por você ter todas as informações desorganizadas na sua cabeça.

Sim, muitas vezes você sabe todo conteúdo, ou uma história, mas não sabe a sequência correta que ela ocorre.

Estamos acostumados a memorizar as coisas aleatoriamente, como se a ordem dos acontecimentos não fosse importante.

Um exemplo disso é a internet, você encontra excelentes informações gratuitas, mas infelizmente elas estão todas desorganizadas.

E, as vezes é preciso pagar caro para conseguir algo organizado.

Você é bombardeado de informações todos os dias. É o mercado cambial, dólar caro, concursos com edital aberto, ENEM chegando e vários outros acontecimentos.

Claro é preciso selecionar somente o que é importante para você.

Logo, é preciso organizar todas as informações selecionas. Para isso usamos os mapas mentais.

Sim, essa ferramenta é tão útil que ela pode ser utilizada em todos os setores da sua vida, como no seu trabalho, nos seus estudos, entre outros.

Porém, não é de admirar que essa técnica tem se espalhado, ajudando milhares de pessoas.

Continue lendo esse artigo e descubra:

  • O que são mapas mentais.
  • Benefícios de fazer mapas mentais.
  • Principais Regras.
  • Qual ferramenta usar.
  • Como diminuir o tempo de construção.

Vamos juntos?

1. O QUE SÃO MAPAS MENTAIS?


Como Fazer Mapas Mentais Guia

Mapa mental (no singular) é um diagrama sistematizado, onde um assunto é construído em torno de um tema principal.  

Sim, somente isso define a técnica de organização dos conteúdo, mas você pode ver a definição completa no Wikipédia e no site canal do ensino.

Você deve encarar um mapa mental como um guia definitivo.

Imagine que você deseja sair do ponto A e alcançar o seu objetivo, ponto B.

Mas você não tem noção de como fazer.

Você tem medo, tem ansiedade e falta de conhecimento.

Esses são os principais fatores que impedem você de alcançar seus sonhos.

Agora imagine que você tenha um mapa, um guia que vai mostrar em detalhes o passo a passo para ir do ponto A ao ponto B.

No mapa você encontra atalhos, dicas e informações importantes para você alcançar seu objetivo.

E, como um passe de mágica, seu medo, ansiedade e a falta de conhecimento acaba, tudo se transforma em energia e motivação para você conquistar seu propósito.

Enfim, considere o mapa mental como um guia, uma forma rápida de compreender determinado assunto.

Nele você coloca as informações de forma organizada, facilitando a compreensão e memorização.

Afinal, quando você tem as informações organizadas, é bem mais fácil de relembrar a sequência.

2. BENEFÍCIOS


Como Fazer Mapas Mentais Crescimento

Como você já viu no tópico anterior, o mapa mental é um guia definitivo, ajudando a compreender de forma rápida e objetiva.

Bem, o maior benefício que você ganha criando mapas mentais, é o crescimento intelectual.

Mas vamos tratar de cada benefício individualmente.

2.1 MEMÓRIA

Como Fazer Mapas Mentais Memória

Muitas pessoas pagariam milhões para ter uma boa memória.

Sim, milhões. 🙂

Mas usando a técnica de mapas mentais você já vai conseguir melhorar muito sua memória. Vai conseguir lembrar de assuntos a longo prazos.

O segredo da memorização consiste em ter atenção, observar e associar.

Se você não estiver atento em determinado assunto não vai conseguir memorizar.

Da mesma forma se você não observar atentamente tudo o que vê, não vai conseguir lembrar de nada.

Depois de ter observado atentamente, é preciso associar.

Logo, esse princípio vem da capacidade que você tem em ligar um conteúdo com outro.

Vamos a um exemplo:

Se você ouvir a palavra futebol, a primeira coisa que viria na sua cabeça seria um campo? uma bola? uma quadra? pessoas jogando bola?

Isso acontece de maneiras diferentes para cada pessoa. Você sabe por quê?

Simples, cada indivídua terá para cada palavra uma associação diferente na memória.

Sim, lembrar é o fato de unir um conteúdo ao outro. Moleza, não? 🙂

Pela lógica, se A e B  estão associados, então quando você pensar em B, vai lembrar de A. Isso acontece ao inverso também.

Enfim, a técnica dos mapas mentais auxiliam muito bem na memorização pelo principio da associação.

Afinal todo o assunto estará ligado ao tema.

Então quando você pensar no tema, irá lembrar de cada assunto abordado.

Leia tudo sobre técnicas de memorizações no próximo artigo do blog, então não esqueça de cadastrar o seu email, para receber atualizações.

Receba um email por semana com conteúdos sobre o mundo auto didata 🙂

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

2.2 COMPREENSÃO

Como Fazer Mapas Mentais Compreensão

Você já passou pela ocasião de não conseguir entender um conteúdo, mas quando uma pessoa o desenha, você entende na hora?

Isso ocorre porque somos visuais, tendemos a optar por um esquema simplificado.

O fato de você ter que esquematizar um conteúdo para criar um mapa mental, já aumenta o nível de compreensão.

Da mesma forma, se você ver um conteúdo todo esquematizado, o nível de entendimento cresce.

Como exemplo, vamos analisar o caput do artigo 5 da constituição federal

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade.

Agora veja diferença, se o mesmo texto for escrito de uma maneira diferente.

  • Todos são iguais perante a lei,
  • Sem distinção de qualquer natureza,
  • Garantindo-se aos brasileiros e
  • Aos estrangeiros residentes no País
  • A inviolabilidade do direito
    • À vida;
    • À  liberdade;
    • À igualdade;
    • À segurança;
    • À propriedade.

Logo você consegue entender o conteúdo mais facilmente, pelo simples fato dele estar divididos em tópicos.

Afinal, nessa organização você consegue associar um assunto com outro.

Porém outro aspecto importante é o poder do espaço em branco.

Sim, o espaço em braço deixado pelos tópicos ajudam seu cérebro entendem e a focar melhor no que realmente é importante.

E falando em cérebro… 🙂

2.3 LADOS DO CÉREBRO

Como Fazer Mapas Mentais Lado do Cérebro

Existe uma pesquisa feita pela neurocientista Mary helen Immordino-Yang, da Universidade do Sul da Califórnia.

A pesquisa é mostrada na revista super interessante

Bem, o objetivo da neurocientista é observar dois adolescentes.

O primeiro perde o lado direito do cérebro em uma cirurgia para controlar a epilepsia.

O segundo tem o lado esquerdo cirurgicamente retirado para prevenir uma doença autoimune.

Enfim, os dois continuam sendo capazes de andar, falar, raciocinar e interagir socialmente. Algo que seria impossível se houvesse uma divisão absoluta de tarefas entre os hemisférios cerebrais.

Afinal, a fala é uma função quase sempre atribuída ao lado esquerdo do cérebro.

Logo com essa pesquisa é possível concluir que a fala e o raciocínio lógico, antes atribuídos ao lado esquerdo, e o reconhecimento de imagens e capacidade musical, antes tidos como exclusivos do direito, são comprovadamente trabalho dos dois lados do cérebro.

Sim, os mapas mentais são reconhecidos pelos dois hemisférios do cérebro.

Afinal mapa mental é um tipo específico de imagem.

Agora sabemos o porque um texto sobrecarregado chega dar enjoo.

Simples, nosso cérebro não consegue definir o que é realmente importante.

Assim, quando você desenha, a compreensão ocorre quase que instantaneamente.

Pois através do desenho é possível perceber o assunto relevante, e melhor, descobrir os pequenos assuntos importante, associado ao principal.

Incrível o funcionamento do cérebro. 🙂

3. COMO FAZER MAPAS MENTAIS (REGRAS)


Como Fazer Mapas Mentais Criar

Agora que você já sabe o que são mapas mentais e seus benefícios, vamos passar para a parte técnica.

Para criar um mapa mental memorável, você deve compreender todas as regras.

Conheça as 5 regras para criar mapas mentais:

  1. Letras grandes.
  2. Cores diferentes.
  3. As informações devem partir do centro para as extremidades.
  4. Abreviações.
  5. Desenhos.

3.1 LETRAS GRANDES

Como Fazer Mapas Mentais Letras

Essa regra deve ser  muito observada se você estiver fazendo seus mapas mentais manualmente.

Sim, deixamos a desejar no tamanho da letra.

Muitas vezes você acaba diminuindo a letra para colocar todo o conteúdo.

E o resultado disso é um mapa poluído cheio de conteúdo.

Se o conteúdo for extenso, é indispensável você usar várias folhas para representação.

Enfim você tem que lembrar do poder da observação, quando algo é muito poluído você não consegue memórizar nada.

Veja na frase acima, você consegue identificar o que é realmente importante?

Claro que não, ficou uma “salada”.

Você deve estar atendo, para isso não acontecer com os seus mapas.

Logo, cuide sempre da letra, isso será muito importante na hora da revisão.

3.2 CORES DIFERENTES

Como Fazer Mapas Mentais Cores Diferentes

As cores são essenciais e não pode faltar em um mapa mental.

Cada cor representa um sentimento. Você pode ver isso no site viver de blog

É importante diferenciar cada desenho, ou tópico com cor diferente.

Você não precisa ter 24 cores de canetas, o importante é diferenciar a cor, sempre tentando destacar o máximo possível.

logo, se cada tópico estiver escrito com cores diferentes, você consegue facilmente localizar os pontos que realmente importa.

O que não aconteceria se tudo fosse escrito somente com uma cor.

3.3 AS INFORMAÇÕES DEVEM PARTIR DO CENTRO PARA AS EXTREMIDADES

Como Fazer Mapas Mentais Centro

Essa regra é um pouco polêmica, a maioria das pessoas deixa ela de lado.

Você pode escolher a forma de desenho mais fácil que atende seus requisitos.

No site Esquemaria tem uma frase interessante.

A regra é não seguir à risca as regras

Como já vimos anteriormente, seu cérebro capita espaços em brancos e tópicos que se destacam.

Porém você só precisa criar mapas destacando cada assunto e interligando ao tema abordado.

Não importa se as informações vão do centro para as extremidades, da esquerda para direita, do topo para o rodapé.

Logo o importante é você fazer um mapa que adapte o máximo possível com o tema.

Afinal, você percebeu no exemplo do artigo 5º que a simples organização por tópicos, diferencia totalmente o conteúdo, a visão e a compreensão.

É fato que mudando somente a forma de observação, sua capacidade de memorizar vai se tornar maior.

Mas, é importante ressaltar que a compreensão é maior, quando o assunto é abordado do centro para as extremidades.

A visão centralizada do conteúdo, faz você visualizar cada ramificações de forma clara.

Enfim, nada impede de você testar mapas com outra organização de conteúdo.

Existe várias controversas sobre esse assunto.

Afinal toda técnica só é boa quando testada até o limite. Então faça seus próprios testes.

3.4 ABREVIAÇÕES

Como Fazer Mapas Mentais Abreviação

Uma regra ótima para eliminar mapas mentais poluídos.

É aconselhável você colocar no máximo 6 tópicos em um mapa, mais que isso ele começa a ficar carregado de informações.

Sim, nos mapas mentais, menos é mais.

Menos informação é mais compreensão.

logo, é muito mais valioso você criar 5 mapas falando sobre um conteúdo, do que um mapa com 20 tópicos.

Você demoraria muito mais tempo para revisar o mapa com 20 tópicos, em relação aos 5 mapas com o mesmo conteúdo.

Um mapa mental bem elaborado leva em média 5 segundos para ser revisado.

Isso significa que se você fazer 50 mapas mentais por dia, você gastará em média 4 minutos para revisar todos eles.

Assim você consegue revisar em 4 minutos, uma aula de 4 horas.

Enfim, é importante lembrar sempre dessa regra, pois um conteúdo mal elaborado, vai custar mais tempo na hora da revisão.

3.5 DESENHOS

Como Fazer Mapas Mentais Desenhos

Simplesmente não pode faltar nos mapas mentais.

Os desenhos fazem o papel da associação, para o tópico ser lembrado facilmente.

O interessante é que essa regra funciona, mesmo se você não for um bom desenhista.

bem, a principal função dos desenhos é exemplificar os tópicos, você pode usar o humor. Funciona muito bem junto com a memória.

Imagine que você precisa fazer um desenho sobre o tópico preguiça.

Logo, em vez de tentar desenhar o animal, você pode muito bem desenhar um homem deitado em uma rede.

Assim você usa o humor, que é um ótimo gatilho para a memória. 🙂

Bem, os desenhos não precisam ser perfeitos, são usados somente como caráter ilustrativos.

Enfim, na parte de desenhos, quanto mais criativo você for, melhor

3.6 REGRA BÔNUS

Como Fazer Mapas Mentais Presente

Considere as 5 regras citadas anteriormente como o passo a passo para você criar os seus mapas mentais.

Então como uma regra extra, algo que não pode faltar, indispensável para a organização dos seus mapas mentais é o cabeçalho.

Claro, você deve organizar todos os seus mapas mentais.

Para isso, é imprescindível você ter uma pasta. Vai facilitar na hora de procurar o conteúdo.

Mas além da pasta é importante você colocar um cabeçalho em todos os mapas mentais, com matéria, assunto abordado, data e número do mapa.

O número do mapa vai acelerar o processo de revisão, pois você vai criar muitos mapas mentais e precisa revisar na sequência correta.

E, adaptar essa regra no seu mapa é muito simples, basta colocar essas informações no topo de cada mapa que você criar:

  • Matéria.
  • Assunto abordado.
  • Data.
  • Número.

Como fazer mapas mentais Topo

Simples né? 🙂

Logo, no local “número do mapa”, segue uma sequência numérica, você pode numerar na sequência que achar melhor.

Eu aconselho seguir uma numeração por matéria, assim o primeiro mapa de cada matéria vai receber o número “1”.

E, o centésimo mapa de cada matéria, vai receber o número “100”.

Chega ser horrível de simples. 🙂

Enfim, nunca deixe de organizar seus mapas por:

  • Sequência numérica.
  • Assunto abordado.
  • Matéria.

Pronto, agora você sabe de todo passo a passo para criar mapas mentais. Eles foram tratados como regra, isso facilita a compreensão, pois são passos que não pode faltar na hora da criação.

Vamos relembrar cada regra:

  • Letras Grandes.
  • Cores Diferentes.
  • Informações do Centro Para as Extremidades. (Pode ser Adaptado)
  • Abreviações.
  • Desenhos.
  • Cabeçalho.

4. ONDE CRIAR


Como Fazer Mapas Mentais Ferramentas

Agora que você sabe o que não pode faltar em cada mapa mental, é hora de passar para a parte das ferramentas.

A primeira ferramenta é muito fácil de ser encontrada, sua mão.

Sim, sua mão. 🙂

Afinal, criar mapas mentais manualmente é a forma mais rápida de aprender e fixar o conteúdo.

Mas você ainda pode utilizar um software de computador, existem vários, ao longo do artigo você vai conhecer os melhores que existem no mercado atual.

Conheça a fundo as duas maneiras.

4.1 MANUAL

Como Fazer Mapas Mentais Manual

Se você gosta de desenhar, essa opção vai parecer interessante. O site Mais aprendizagem tem dicas importantes sobre como fazer mapas mentais manualmente.

A elaboração de um mapa mental é simples, podendo ser feita por qualquer pessoa, mesmo se você não tem muita experiência.

Claro que você irá organizar os assuntos e tentar fazer da melhor forma possível.

Você deve usar:

  • Folha em modo paisagem.
  • Canetas de várias cores. (Regra)
  • Desenhos. (Regra)

A folha no modo paisagem (folha deitada) é melhor para ampliação do conteúdo, principalmente se você decidir colocar as informações do centro para as extremidades.

Canetas de várias cores, como já vimos nos tópicos anteriores, essa é uma das regras para fazer mapas mentais.

E, como nosso cérebro consegue definir o que é realmente importante quando destacado, as cores são ferramentas essenciais para destacar cada conteúdo.

Sim, você deve usar cores diferentes para cada assunto e tópicos.

Os desenhos são muitos importantes também para destacar cada assunto, nessa opção você consegue usar o princípio da associação.

Como já vimos, fazer desenho é uma das regras dos mapas mentais. Ele será como um atalho de todo o conteúdo.

Porém antes de você começar a fazer os seus mapas é importante refletir.

Como eu posso transformar todo esse assunto grandioso de forma que eu entenderia mais rápido?

Afinal, o principal objetivo da técnica é simplificar todo conteúdo, para melhor compreensão.

4.2 MAPAS MENTAIS SOFTWARE

Como Fazer Mapas Mentais Software

Além da opção manual, você pode criar seus mapas por software.

Existem várias pessoas criticando o uso de software.

Bem, os desenvolvedores de cada software não são estudantes para concursos. 🙂

Mas essa ferramenta se torna proveitosa, se você saber usar.

Não é complicado criar mapas mentais por software, mas é preciso ter um conhecimento minimo de informática.

Se você for uma pessoa que se dá bem com informática, essa opção é satisfatória.

Até porque você vai poder compartilhar seu conteúdo, depois de pronto.

Ou até mesmo receber mapas mentais grátis, compartilhado por amigos.

Conheça os melhores softwares da atualidade.

Examtime

Como Fazer Mapas Mentais Examtime

Esse é sem dúvida o melhor site para criação de mapas mentais.Ideal para os usuários que não querem baixar aplicativos.

Simples e objetivo.

A partir de um cadastro gratuito, você tem acesso a mapas mentais, flashcards, Quizzes (Simulados), nota online, calendário de estudos e muito mais.

Vale a pena conferir

Mind Meister

Como Fazer Mapas Mentais Mind Meister

É uma ótima opção também.

Você não precisa baixar um aplicativo, somente fazer uma conta gratuita.

Totalmente colaborativo.

Vale a pena conferir

MindNode

Como Fazer Mapas Mentais Mind note

É um excelente aplicativo.

Mas infelizmente só funciona para usuários da apple.

Dê uma olhada

Bem, existe outras diversas opções para você criar seus mapas mentais.

Sim, diversas opções.

Você pode até usar o Powerpoint, programa da Microsoft. Nele você encontra ferramentas básicas para a criação de fluxogramas, mas já serve para fazer testes.

Caso queira conhecer mais software para a criação de mapas mentais dê uma olhada no site apptuts

5. AGILIDADE NA CRIAÇÃO


Como Fazer Mapas Mentais Tempo

Eu sei como o tempo é precioso para todos os estudantes, principalmente se você é um concurseiro, estuda para vestibular ou ENEM.

Muitos estudantes falam que a técnica funciona, mas com o fator do tempo na balança, acaba não compensando criar mapas mentais.

Foi pensando nisso que decidi colocar nesse artigo dicas importantes para acelerar esse processo.

As dicas estão no vídeo abaixo, criado pelo professor Felipe lima do site Sougenius

Assista o vídeo e veja as 6 dicas que agilizam o processo de criação dos mapas mentais.

Leia abaixo a complementação de cada dica citada no vídeo.

5.1 MAPAS MENTAIS PRONTOS

 

Como Fazer Mapas Mentais Mapas Mentais

Essa primeira dica é bem lógica, se você fazer download de mapas prontos, vai gastar somente o tempo para baixar o arquivo.

Anteriormente vimos os software de criação, onde você pode compartilhar mapas mentais.

Sim, mapas mentais criados por outra pessoa pode ajudar você também.

Esse é o diferencial que torna os mapas mentais mais atrativos.

Afinal, ter mapas mentais prontos é como conseguir algumas horas extras para estudar.

Existe várias formas de você conseguir mapas mentais prontos.

Você pode fazer parte de grupos no Facebook que se reúnem para trocar informações, mapas mentais grátis.

Ou, Você pode comprar, dependendo o conteúdo e o valor, acaba compensando essa dica.

Claro, existe uma diferença entre materiais criados por você e materiais prontos.

bem, a diferença é que em materiais prontos você vai gastar um pouco mais de tempo para revisar o conteúdo e memorizar.

Logo eu aconselho sempre que possível você criar seus próprios mapas mentais.

5.2 Desenhos no Final

Como Fazer Mapas Mentais Desenho

Escreva primeiro, desenhe depois.

Primeiro escreva todos os mapas mentais, no final você volta fazendo desenho.

Logo, esse processo se torna mais rápido e eficaz, porque no momento que estiver estudando um conteúdo, automaticamente você pode estar criando um diagrama, através do mapa mental.

Assim a compreensão do assunto estudados será maior, pois irá exigir o suficiente de conhecimento para que você organize as ideias.

Enfim, após ter feito os mapas, é só voltar desenhando.

Afinal, quando você estiver desenhando, vai estar revisando também.

5.3 PERFECCIONISMO 

Como Fazer Mapas Mentais perfeccionismo

É importante lembrar que os mapas mentais não precisam ficar bonitos.

Claro, eles devem ficar em um padrão que você consiga compreender, revisar e memorizar rapidamente.

Logo, o objetivo é que você crie desenhos simples, tornando o processo mais rápido.

Estética não é o foco.

5.4 POUCAS INFORMAÇÕES

Como Fazer Mapas Mentais informações

Como você já sabe, mapa poluído com muitas informações, acabada demorando para ser revisado.

Lembre-se…

Menos é Mais.

O importante é você não colocar muito tópicos por mapa.

5.5 DIVISÃO DE INFORMAÇÕES

Como Fazer Mapas Mentais informação

Essa dica é importante para a ramificações de conteúdos.

Imagine que você vai criar um mapa mental sobre emagrecimentos.

Bem, em emagrecimentos você tem dietas, exercícios aeróbicos e exercícios com pesos.

Logo, em cada tópicos você tem sub tópicos. Em dietas temos: dieta do coco e dieta da lua. Em exercícios aeróbicos temos: corrida e Jump. Em exercícios com pesos temos: agachamento e leg 45º.

Então você já pode organizar as informações para o mapa mental.

  • Emagrecimento
    • Dietas
      • Dieta do coco
      • Dieta da lua
    • Exercícios Aeróbicos
      • Corrida
      • Jump
    • Exercícios Com Peso
      • Agachamento
      • Leg 45º

Enfim, desse modo você dividiu o conteúdo em grupos e subgrupos.

Claro, todas as informações acima foram ilustrativas, não entendo nada sobre emagrecimento. 🙂

A conclusão do mapa mental seria a imagem a baixo.

Como Fazer Mapas Mentais gratis

 

Enfim, fiz somente uma demostração para você ter ideia de como ficaria a divisão de conteúdo, criado no site examtime.

5.6 PRÁTICA

Como Fazer Mapas Mentais prática

A prática é o resultado de todo o sucesso.

Não adianta você querer criar mapas mentais rapidamente sem praticar, isso leva algum tempo.

Todos os grandes craques treinaram duro, tiveram muita prática.

Imagina o Pelé, você acha que ele seria o rei do futebol se não praticasse todos os dias?

Bem, acredito que não.

O conhecimento dirige a prática; no entanto, a prática aumenta o conhecimento – Thomas Fuller.

Toda pratica leva a perfeição. Então pratique, pratique e pratique.

CONCLUSÃO


Como Fazer Mapas Mentais Final

Espero que você tenha gostado de todas as dicas desse artigo.

Lembre sempre de todas as regras para construir um mapa mental.

Tudo é muito simples, se você colocar em pratica vai perceber um aumento na sua compreensão, memorização e aprendizado.

Relembrando todos os conceitos desse artigo para colocar em ação.

  • Saiba o que são mapas mentais.
  • Tenha em mente os principais benefícios: Memorização, compreensão e trabalhar os dois lados do cérebro.
  • Como fazer mapas mentais (Regras): Letras Grandes, Cores Diferentes, Informações do centro para as extremidades, Abreviações, Desenho e Cabeçalho.
  • Onde criar: Manualmente ou por Software.
  • Agilidade na Criação (6 dicas): Mapas mentais prontos, Desenhos no final, Perfeccionismo, Poucas informações, Divisões de Informações e Prática.

Esse foi o artigo sobre mapas mentais.

Não esqueça de colocar tudo em prática, testar todas as dicas e regras.

Qualquer dúvida fale comigo nos comentários abaixo.

Agora eu tenho uma pergunta para você…

Como você costuma fazer seus mapas mentais? O que você acha sobre a regra das informações do centro para as extremidades?

Deixe um comentário abaixo e colabore com nossa comunidade! Prometo responder todos. 😉

E se gostou deste artigo, compartilhe nas redes sociais para que seus amigos também possam ter acesso a este conteúdo.

Os estudantes brasileiros agradece. 🙂

Até a próxima.

Edvan Carlos.

 

  • Jose Carlos

    Muito Bom o conteúdo, vou começar a criar mapas mentais a partir de agora.
    Não sabia como fazer, obrigado.

  • Evanilda Da Silva

    Excelente artigo Edvan. Muito bom

    • Obrigado Evanilda.

      Não esqueça de inscrever seu email, para receber novas atualizações do blog.

      Abraços

      Edvan Carlos

  • ronny

    dos muitos que testei no linux,o mais facil de mexer foi o VYM, no inicio é um caos para mexer,mas depois fica facil

    • Obrigado Ronny.

      Não coloquei opções para usuários do linux, mas é uma boa ideia.

      Forte abraço.

      Edvan Carlos.

  • Sany Bonfim

    oi… boa noite…. gostei muito da matéria, mas você poderia colocar sites para desenhos prontos de mapas mentais, como esses ai, que tal?

    • Olá Sany.

      O artigo teve como principal objetivo ensinar criar mapas mentais.

      Nesse caso, indicar sites foge um pouco do padrão, pois não sei exatamente em que o leitor está focado.

      Se for concurso, ele só vai interessar pelos mapas mentais do concurso que está estudando.

      Mas já que você pediu algo assim, eu indico um grupo no facebook ótimo, criado pela equipe do site Sou Genius.

      Dê uma olhada: https://www.facebook.com/groups/grupomapasmentais/?fref=ts

      Tem uma enorme quantidade de mapas gratuitos.

      Enfim não esqueça de se escrever no blog para receber atualização. Posteriormente estarei abrindo um grupo especial, para quem realmente quer aprender de forma eficiente.

      Logo, só ira fazer parte do grupo quem estiver o email escrito no blog.

      Forte abraço

      Edvan Carlos

  • Renata Nunes

    Edvan, excelente artigo! Mapas mentais são realmente um ótimo aliado dos estudos. Obrigada por compartilhar.

    • Olá Renata! Muito bom saber que você gostou do artigo. Mapas Mentais realmente é muito útil para qualquer área, uso eles para escrever ou planejar qualquer assunto. Obrigado por compartilhar a sua opinião, abraços!